Mindfulness & Performance

Mindful performance é a habilidade de estar no momento presente confiante dos nossos próprios talentos sem se apegar ao resultado final, aumentando assim a chance de utilizar todo o nosso potencial.

A prática da meditação evidencia um recurso muito precioso para qualquer área da nossa vida: a atenção. E se podemos aprender a aproveitar e melhorar a qualidade de nossa própria atenção, nossas relações, nosso trabalho e nossas atividades se beneficiarão. Assim como treinamos na academia para desenvolver musculatura, a meditação constrói os músculos da atenção.

Estudos recentes mostram que a atenção afeta a parte do cérebro responsável pela auto regulação emocional, que pode nos ajudar a evitar perdas de tempo e produtividade no trabalho, como por exemplo, ficar períodos longos de tempo em Facebook ou WhatsApp. Para ilustrar ainda mais este ponto, o mesmo estudo da Universidade de Washington testou o efeito da meditação mindfulness sobre o comportamento multitarefa de três grupos de profissionais que trabalham em multinacionais. "Descobrimos que apenas aqueles treinados em meditação permaneceram em tarefas por mais tempo e tiveram menor gasto de tempo em atividades dispersivas, além de reportar incidência menor da emoção negativa após o desempenho da tarefa. Além disso, os grupos de meditação relataram também uma melhora na memória com a prática.

Outro estudo recente da Harvard Medical School mostra que a meditação aumenta a massa cinzenta do cérebro, que chamamos de hipocampo. É nesta região que encontramos o desenvolvimento da autoconsciência, da compaixão e da introspecção. Todos nós podemos cultivar essas qualidades, elas são fundamentais para criar relações produtivas e criativas. Não há dúvida que estar presente é sobre estar atento ao mundo ao seu redor - interior e exterior. E se você está cultivando a atenção como um hábito, você estará sintonizado e perceberá muito mais.

De acordo com a Harvard Business Review, a atenção plena não é mais um luxo para os líderes. É um "must-have". Trata-se de uma maneira de manter nossos cérebros saudáveis, apoiar a auto regulação e as capacidades efetivas de tomada de decisão, além de nos proteger do estresse tóxico.